quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A importância dos passeios



Olá

Hoje queria falar sobre a importância dos passeios dos nossos cães, muitos desses benefícios são conhecidos pela maioria de nós, no entanto, muitos donos de cães levam os seus companheiros a passear por um só motivo, manter a casa limpa :-) , obviamente que criar rotinas para que os nossos cães se possam aliviar na rua é ótimo, mas a importância dos passeios ultrapassam largamente as necessidades fisiológicas.

O primeiro ponto que queria focar diz respeito ao sentido olfactivo dos cães, todos já devem ter reparado no quanto gostam estes meninos de cheretar tudo :-) e não é por acaso, é que o sentido olfactivo dos cães é um dos mais desenvolvidos e que mais informações lhes traz sobre o meio ambiente.

Isto é fácil de perceber se disser que o epitélio olfativo humano contém cerca de 20 milhões de células sensoriais e que o dos cães tem mais de 100 milhões dessas células. Permitir que o seu cão tenha acesso ao exterior dá-lhe a fantástica oportunidade de farejar cheiros deixados por outros cães, além disso, é uma forma de comunicação muito rica entre esses animais. Ao deixar a sua urina sobre a urina de outro cão, ele está a deixar vários recados, da mesma forma que, ao farejar a urina de outro animal que por ali passou, ele obtém inúmeras informações, como idade, sexo, nível de stress, estado de saúde, etc.

Podemos ver isto como se estivesse a ler o jornal local, a navegar no facebook ou noutras redes sociais, todos nós gostamos e precisamos de socializar, os cães, como animais extremamente sociais que são, também têm essa necessidade.

 Cães que saem pouco de casa, são cães que perdem muito desta capacidade de sociabilização e socialização, vão ter medo de outros cães e animais, vão ter medo de pessoas estranhas, de sons diferentes como os carros a passar por exemplo e tudo isto trará consequências nefastas quer para o cão quer para si.

Um cão entediado e "desempregado" é um cão que vai acumular mais energias do que aquelas que consegue gastar, vai arranjar de tudo para passar o tempo e vai usar as suas coisas para isso mesmo. Vai ser um cão que vai ladrar e reagir exageradamente a outros cães e pessoas que passam por perto, ás quais ele não consegue ter acesso, frustação na certa...

Vamos inverter o panorama, imagine que fica desempregado, só por si é um motivo de desespero e frustação, que muitas vezes leva a depressões. No entanto pode continuar a sair de casa e arranjar coisas para fazer.
Agora imagine que para além de desempregado, deixa de poder sair de casa, perde acesso á net e televisão, deixa de receber visitas e noticias do exterior.Como seriam os seus dias? Mesmo que tenha uma grande casa, com um grande jardim a sua vida ia tornar-se um inferno...infelizmente é essa vida que muitas vezes damos ao nosso cão...

Para além dos beneficios óbvios para a boa saúde mental do seu cão, existem também os beneficios fisicos, um cão que se exercita nos passeios, corre  menos riscos de obesidade, problemas articulares e melhora significativamente o sistema cardiaco e respiratório.
Obviamente cada cão é um caso e como tal, deve aconselhar-se com o seu médico veterinário sobre o tipo e duração dos passeios.
Tão óbvios como os beneficios destas caminhadas para o cão são os beneficios para si também :-)


Uma miríade de coisas novas para ver, cheirar, ouvir e sentir 


- Muito importante nos passeios é variar os sitios, é importante o cão conhecer as redondezas da nossa casa, mas todos os dias o mesmo sitio torna-se uma verdadeira chatice, gostava de ler apenas o jornal local e falar apenas com os vizinhos?

- O passeio que fazemos com o nosso patudo é um tempo que tiramos para ELE, por isso deixe-o cheirar á vontade, tendo apenas o cuidado de não o deixar ingerir coisas que lhes possam fazer mal, e sempre com trela.

- Leve-o consigo sempre que possa para saidas rápidas, mesmo que de carro, se vai só ao supermercado uns minutinhos ou buscar os filhos á creche, deixe-o ir consigo, apenas com o cuidado de não o deixar no carro em dias quentes, ou se não tem a certeza se a saida vai demorar ou não. Mesmo que não seja um passeio propriamente dito, vai permitir quebrar a rotina do cão, vai deixá-lo ver, ouvir e sentir outras coisas.

- A não esquecer, levar e usar os saquinhos para apanhar os cócós, água e uns petiscos que podem ser uteis para breves treinos.

Posto isto, vamos lá tornar a vida dos nossos patudos mais animada com um ritual tão bom e vantajoso para ambos. :-)

Fiquem bem e bons passeios

Esta é a carinha com que o vosso cão vos vai agradecer os passeios. Conseguem resistir-lhe?:-) 




quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Protótipo logótipo

Só para vos mostrar um desenhinho que o meu pai fez para protótipo do futuro logótipo da AnimaAnimal, podem ver onde é que ele foi buscar a inspiração :-)



terça-feira, 4 de novembro de 2014

Petsitting Mia 2


Pois é, a minha menina voltou para mais uns dias de férias :-)
Desta vez, infelizmente, não consegui fazer um diário, no entanto foi muito bom tê-la de volta, o Fox, desta vez reagiu muito melhor á presença desta preta linda logo desde o 1dia :-)

Os rituais foram semelhantes, tentei mudar algumas coisas, porque os tutores da Mia queixaram-se que a rapariga deixou de comer nos primeiros dias em que voltou para casa, my bad, habituei-a a comer maioritariamente á mão em sessões de treino, quando voltou para casa não ligava nenhuma á comida :( ups... no entanto achei engraçado que ás 23h a rapariga tenha ido pedir o passeio nocturno que tanto gostava, os donos não estavam a perceber muito bem o que ela queria, até se lembrarem do ritual que eu tinha com ela e o Fox aquela hora, criei este ritual mais por causa do Fox, para garantir que ele ficava com a bexiga vazia para aguentar bem a noite, porque, para ela, era só para a paródia, raramente se aliviava nos passeios :-)

Foram mais duas semanas muito produtivas, o ladrar dela está muito mais controlado, embora tenha feito pouco treino com ela nesse sentido, também acredito que o facto de nesta segunda vez ela tenha vindo com os ânimos mais leves, por já lhe ter passado o cio, tenha ajudado.
Foi bom também para a interação dela com o Fox, como estava mais calma, respeitava mais o desconforto dele e não se metia tanto.

Outra situação engraçada é que desta vez ela mendigava mais por brincadeira conosco, estava deitada no sofá, lembrava-se, ia buscar o brinquedo e vinha-nos atirar para cima e fazia aquele rosnar lindo e amoroso (que mais parecia um gato a ronronar) de quero brincar, vá lá, puxa ai por essa coisa :-)


Nestas férias conseguimos ir á praia, houve um dia em que o Tiago conseguiu um tempinho e enquanto os gémeos ainda estavam na creche, pegámos nos outros dois 4 patas e presenteamos estes canitos com uma bela manhã de brincadeira numa praia só nossa :-)  miss you Mia



Este chão é tão bommm...


Este ar cheira tão bemm...

Oh happy day...







Petsitting Mia (day16)


Hoje foi o dia da despedida,  quando os tutores da Mia chegaram, tentei filmar a reação dela, mas sem êxito, primeiro porque ela ficou histérica quando se apercebeu de quem era e não consegui controlar a euforia dela e do Fox á mistura (por contágio, ou por felicidade secreta de se ver livre dela:-)  ) e basicamente porque estava muito escuro e a câmara não apanhou nada.

Anyway depois dos cumprimentos feitos, foi-se refastelar no puff e ponho aqui umas fotos das últimas horitas na minha casa (hotel) :-) ah e claro, ás 23h30 em ponto ainda fomos dar umas mijinhas nas redondezas, as usual:-)


Obviamente que depois de matar saudades, quem teve direito á atenção foi o rafeirinho roda baixa do Fox


domingo, 31 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day 15)

Hoje decidi que ia compensar os cães pelo dia de ontem e levei-os a um passeio extra, a um outro pinhal aqui perto onde gosto de ir passear o Fox de manhã, mas que ainda não tinha lá ido com a Mia, tinha que a levar lá antes de ela se ir embora :)

Foi giro e mais uma vez tive pena de não os poder soltar.
Com ela presente tenho muito menos medo de me aventurar por caminhos esquisitos ou escuros, afinal, levo 2 cães comigo, ninguém se vai meter com uma gaja com 2 cães:) como tal, ela quis aventurar-se mais pelo pinhal adentro e lá fomos nós.

Tiramos umas selfies os 3 para emoldurar :)

Petsitting Mia (day 14 )

O dia hoje foi "boring" para todos, eu estive com dores e como tal, sem disposição para nada...

No entanto, andei a limpar alguns cócós espalhados pelo pátio e de olho bem aberto para ver se por acaso a meia perdida aparecia escondida algures, já andava a ficar preocupada com o sistema digestivo da Mia estar tão lento na eliminação da maldita peúga... Quando finalmemte fui apanhar um cócó que estava já há alguns dias por apanhar por estar num sitio pouco visivel e como tal esquecia-me sempre de lá ir, reparei que tinha umas manchas vermelhas e assustei-me, seria sangue? Não, era a meia bem enroladinha no cagalhoto perfeitinho que eu tinha teimado em me esquecer de o apanhar, nunca me passou pela cabeça que pudesse lá estar a meia por tão perfeitinho ser, uma autêntica torta :)
Perdi a oportunidade da foto, para se perceber alguma coisa tinha que remexer aquilo tudo...que pena, era tão giro postar uma foto de um cócó num bogue XD

Pronto, menos uma dor de cabeça, tudo ok com a tripa da Mia :)

Á noite fizemos o passeio habitual, com o jantar habitual ...

Já me está a bater a nostalgia, daqui a 2 dias a Mia já se vai embora e eu estou a adorar ter dois cães, sou uma gaja de pares, tenho 2 gatos, 2 filhos, durante 15 dias tive 2 cães, só não tenho 2 maridos :) mas fora de brincadeira, é muito mais interessante ter 2 cães, levar uma trela em cada mão no passeio, lidar com brigas a dobrar... E com jeito, o Fox até se está a tornar um cão mais saudável com a companhia...ou serei só eu a arranjar pretexto para ir adoptar outro canideo? :))

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day 13)

Definitivamento o Fox e a Mia não falam a mesma língua, volta meia volta dou comigo a servir de intérprete, a Mia é muito enérgica como seria de esperar de uma cadela saudável e jovem e como tal quer brincar e socializar com o Fox, mas ele não percebe, em contrapartida o Fox avisa que não se está a sentir bem com a situação e ela insite :)

Se num aspecto é bom para que ambos aprendam um pouco melhor as diferenças um do outro, por outro lado é mau, porque  a Mia está muito insegura, por exemplo para treinar na presença dele, ele nestas alturas é quando está mais excitado e ela afasta-se devagarinho e anda de cabeça baixa à procura dos flocos de ração que vou atirando para o chão. Obviamente que para mim se torna dificil gerir isto e os treinos são muito menos produtivos do que estava á espera, tinha que tirar tempo separado para ambos, para ela estar mais relaxada e tentar ensinar alguns comportamentos novos assim, basicamente, uso o que eles já sabem para lhes ir dando as refeições.

No entanto as idas á rua estão muito melhores, o durante sempre foi bom, mas o antes e o depois eram um bocado caóticos com a excitação.

Agora eles já sabem a rotina e é giro ver que eles estão sossegadinhos a dormitar no sofá e assim que eu entro com um casaco vestido é vê-los saltar. Peço um senta para lhes por as trelas, peço um deita á porta do portão que é reforçado com a saida para a rua e á volta uma corridinha até casa (entenda-se uns 20m máximo) e senta á porta do portão que é reforçado com um biscoito e com a janta que eles também já sabem que vem a seguir ao passeio :))

No fim é assim que ficam, fiquei parva quando vi a ínfima distância que os separava :)




P.S. a Mia farta-se de comer coisas nos passeios, andava a ficar preocupada porque nas saidas á noite é dificil para mim controlar o que ela come, porque basicamente não vejo nada, reparava que ela trincava coisas, pareciam pedras, e num dia consegui perceber que ela tem melhor gosto que isso, ela apanha ossos e restos de comida, nunca imaginei que aqui na rua pudesse haver tanto osso, mas como as pessoas põem os sacos do lixo na rua 2 vezes por semana quando há recolha, imagino que muita gulodice fique perdida no processo :) a Mia agradece :)

Petsitting Mia (day 12)

Está decidido, vou contratar o Tiago para meu colaborador :)

Hoje o tempo esteve uma treta e ninguém (mean nnguém mesmo) estava de muito bom humor, as brincadeiras da Mia resumiam-se a ir buscar o brinquedo, trazê-lo para o sofá e ficava lá a mordiscar e a rosnar baixinho que mais parecia um ronronar de um gato...weird, esta não é a Mia que conheço.

Depois do jantar, e já pela fresca, vim cá para fora tentar puxar por ela, sem grande sucesso, agarrava no brinquedo mas não fazia força sequer para o segurar na boca...

Tudo mudou quando o Tiago decidiu meter-se na brincadeira, grande festim, tão grande que o Fox obviamente se passou, ele não sabe o que é brincar, ouve a Mia a rosnar na brincadeira, ele leva a peito e tanta investir nela, tive que o vir fechar na sala porque a miúda já estava a pensar que se calhar estava a fazer alguma coisa de mal, começou a sentir-se insegura para brincar, mas depois de separar o Fox e com mais umas investidas do Tiago lá vai ela....ao ataque... :)

Tita, sentada nas escadas a curtir e a pensar, tenho que aprender a "atiçar" cães para brincar holy crap XD

Passeio, jantar e caminha :)

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day 11)

Hoje a Mia participou num teste práctico para o meu curso de treinadora :)

Primeiro participou a ladrar que nem uma tola dentro de casa enquanto eu, o Tiago e o Fox faziamos as filmagens cá fora, depois decidi soltá-la e deixá-la participar num deles, espero que tenha nota 20 , eu, não ela claro XD

Hoje também teve direito a um osso gigante, comprei um no Pingo Doce, e como o Fox é um cão que não sabe muito bem ser cão a Mia é que lucra :)





Foi giro, porque andou às voltas com ele, parecia que andava alguém de salto alto em casa e eu só pensava como raio ia eu tirar-lhe o osso antes que ela o comesse todo, resolvido com uma pausa dela para beber àgua, 50 min depois de ter começado o banquete, largou-o para ir beber água e eu fui de mansinho por trás e pimbas, desapareceu, coitadinha, senti-me tão culpada, revistou todos os cantos á procura dele, ela sabia onde o tinha deixado e o Fox estava no pátio, ela olhava para mim e eu desviava o olhar... Eu estou aqui sossegadinha a arrumar a cozinha Mia, not me :)


Quando se cansou de procurar foi buscar o brinquedo para o sofá e problema resolvido, para ela, para mim foi mais uma feridinha no tímpano, raio do guincho do brinquedo pah :)

Petsitting Mia (day 10)

So...
Missing sock found, missing sock lost...
Hoje encontrei a meia dos gémeos, felizmente não tive que andar a vasculhar cócós, a Mia fez o favor de a cagar sem cócó á mistura :)

Eu e o Tiago andámos a planear o que fazer com a meia quando a Mia a eliminasse das suas entranhas, depois de muito ponderar decidimos que a meia nos fazia falta por isso iamos apanhá-la, deixá-la de molho em desinfectante 1 semana, depois púnhamos pré-lavagem e faziamos uma lavagem a quente na máquina, não passaram de apenas planos...

Quando me apercebi da meia pensei heyy tenho que tirar uma foto disto para pôr no blogue, mas como estava a tratar do almoço, deixei-a ficar para tirar a foto depois, quando chegou a hora do depois só sobrava a mancha no chão, irritada pensei que o Tiago a tinha ido buscar e lá se tinha ido a minha foto, nopes, ninguém tinha mexido na meia.

Bem, mais uma moedina mais uma voltinha nos intestinos da Mia, espero que não lhe faça muito mal, corri tudo á procura dela e nada, por isso é a única hipótese em cima da mesa que ela a tenha "recomido" :#

De resto, nada de importante a assinalar, o passeio de hoje foi o de costume já á noite, seguido de um belo jantar com uns treinitos á mistura, brincadeira no pátio e caminha.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day 9)


Missing sock...still missing :(

Hoje fomos passear aos jardins do castelo de Santa Maria da Feira, foi muito bom, muito espaço para a miudagem correr, tive muita pena não ter podido soltar os 4 patas, era um sitio fantástico para eles correm também, mas como a Mia não é minha, era uma irresponsabilidade soltá-la, o chamamento dela não é tão bom como o do Fox e no meio de tanta distração era um risco...

Só para terem noção, todo o terreno foi cheirado ao milímetro e à vinda todo o milímetro foi cheirado outra vez:)

A feira mediaval acabou há pouco tempo, por isso o terreno ainda tinha muita "porcaria" interessante :)

Tirei imensas fotos, vou selecionar só algumas para postar aqui, é tão bom ver a cara de satisfação de todos, miúdos e cães, os graúdos é que coitados... Quando chegam a casa não se aguentam com as pernas e dores de costas :))

Agora o pior do dia foi o início, o início bem pela fresquinha e escurinha da madrugada, eram 4 da manhã e eu num sono profundo, acordo com um som forte e no segundo a seguir a Mia sai disparada da cama dela, entra no nosso quarto a ladrar loucamente, o meu coração parou para logo a seguir bater a mil. Acordei o Tiago (yep, só as gajas é que acordaram :) ) e busca ao ladrão pela casa, abri logo a porta do terraço do nosso quarto e "pedi" á Mia para não "miar" mas para ladrar como gente grande... Ela adorou e correu o terraço todo a ladrar para o mundo...

Corremos a casa toda á procura do intruso e no meu intímo só pensava em duas coisas, que os meninos não acordem e porque é que ainda não ensinei a Mia a atacar estranhos :)
cozinha...tudo em ordem, (1 cão e 2 gatos a sonharem com os anjos) wc's idem, na rua tudo em paz, descemos as escadas, lavandaria e escritório, tranquilo, sala... Entrou o Tiago eu fiquei nas escadas, 2 segundos depois aparece ele com o quadro que eu tão gentilmente tinha pendurado nesse dia, intacto (benditas molduras de plástico do IKEA), mistery solved.

Próxima tarefa, explicar á Mia (que ainda ladrava para o ladrão) que afinal estava tudo bem, tinha sido só um quadro que caiu :)


Petsitting Mia (day 8)

Hoje a Mia comeu mais do que é costume... Desapareceu-me uma meia dos miúdos, o Tiago ainda a apanhou com ela na boca, mas assim que ele se aproximou...DESAPARECEU...

Esta miúda é demais, desde que cá está, comecei a ter a casa mais arrumadinha, não atiro as fraldas sujas dos miúdos para o chão para não me esquecer delas, arrumo os brinquedos deles todos antes de deixar a Mia vir ter conosco e mesmo assim...

Espero que não lhe faça muito mal, principalmente porque era uma meia de fim de dia, ou seja, bem pretinha :)

Hoje o dia foi pacato, não saimos muito, passeio ao fim da noite com os dois aqui pelo "bairro" depois de deitar os miúdos, jantámos e lá vamos nós espairecer, ás vezes espaireço demais, tipo hoje, que fui de t-shirt e calções...banhinho quente de seguida e um kong saboroso com paté, uns cubinhos de fiambre e ração, é tão bom vê-los á volta daquilo até não haver sequer cheiro de comida de tanta lambidela:)

That's it, cenas dos próximos capítulos, vasculhar poias á procura da meia perdida e dúvida existencial sobre o que fazer com ela depois :)

sábado, 23 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day 7)

Hoje os Humanos foram á praia e ao Ikea e tiveram que deixar os animais em casa :(

No entanto, recompensamos essa ausência com um kong recheado com paté e biscoitos, um passeio também ele tardio mas mais longo e muita brincadeira.

Agora que descobrimos um brinquedo fantástico para a Mia, usamo-lo muito, corre que nem uma desalmada e só se ouvem guinchos por todo o lado (é a Mia a matar um animal qualquer na imaginação dela:))

As boas noticias é que o Fox tem sido um espectador assíduo dessas brincadeiras e já se aventura a correr um pouco atrás dela, (não atrás do brinquedo mas dela) chega perto, rosna-lhe e afasta-se, parece que só quer dizer que embora roda baixa consegue correr tanto como ela, e consegue mesmo, fiquei parva, parece uma flecha :)

Mesmo em relação à possessão e ciúmes que mostrava conosco quando ela se aproximava, está muito melhor, agora só rosna mesmo quando ela se excita demais, ele fica meio nervoso com tanta energia que ela tem, coitado, não está habituado, mas como é um cão jovem o sangue também lhe fervilha nas veias, só que traumatizado como é tenta esconder isso :)

Confesso que esta experiência, se não estiver a ser útil para mais ninguém, para mim está a ser bastante, começo a conhecer melhor o cão que tenho há quase um ano e a gostar um pouco mais dele :)

De vez em quando sinto-me culpada por não conseguir dispensar mais de mim a eles, não tem sido fácil com os miúdos de férias, o pouco tempo "livre" que temos nas sestas deles é para tratar de tudo o resto necessário para manter a casa de pé (antes que eles acordem outra vez:)) mas o petsitting da Mia tem sido um empurrão valente, uma espécie de obrigação moral para com os donos que confiaram a rapariga aos nossos cuidados, ás vezes essa obrigação é mais poderosa que as que nos impomos a nós próprios com o nosso cão, principalmente um tão apático, carente e traumatizado...

Este post foi mais um desabafo que outra coisa, mas também é um diário não só do meu primeiro petsitting mas das minhas emoções e objectivos desta experiência.

Thank's for listening:)

P.S A Mia está bem e recomenda-se XD

Petsitting Mia (day 6)



Hoje há pouco para contar, o Tiago chegou bastante tarde a casa e por isso não houve muito tempo...

Arranjei nova maneira de dar a ração á Mia sem ser no Kong (que basicamente cabem 4 ou 5 flocos dos 1000 que ela come :)


Peguei num brinquedo de estimulação mental dos gatos, sim, dos gatos :) o objectivo é abanicar o cilindro preso em cima, que tem comida, para ela cair em cima de um tabuleiro cheio de "dedos" onde os gatos usam as patas para os tirar de lá, a Mia usa o focinho :) ainda tentei ensinar a abanicar o cilindro mas aquilo como é para gatos a abertura é muito pequena para sair um grão de ração dos dela, abrindo a rosca caem muitos... De qualquer modo vou continuar a tentar sem a rosca ensiná-la a abanar aquilo para cair qualquer coisa :)





De resto nada de importante a assinalar, fui passeá-los à meia noite, pela rua escura como bréu, o Fox para dar umas mijinhas a Mia para cheirar as mijinhas do Fox e ainda levar com uma no focinho XD Ela quase nunca faz na rua, o passeio é para navegar no sentido olfactivo como eu navego no facebook para saber da vida dos outros :) mas também nunca fez nada dentro de casa...Onde é que ela se alivia? Vou dar uma pista...Os pneus da Focus do Tiago têm quase todos os dias uma tonalidade castanha... É isso, bem em frente do portão de saida :))) ai vão sair sem mim? Então tomem lá uma recordação :)

Petsitting Mia ( day5)

Há 4 dias que não escrevo, por isso estes posts vão ser mais pequenos porque não me vou lembrar de detalhes:(

Hoje o dia começou ás 11h da manhã com pequeno almoço/almoço para os 4 patas, a seguir e enquanto esperava que o Tito se acabasse de arranjar, estive a brincar com Mia, uma espécie de Tug of war com um brinquedo em corda do Fox, a seguir lembrei-me que tinha mais um brinquedo que o Fox nunca usou (como quase todos) que é um brinquedo de borracha que guincha quando se aperta...Bem, grande descoberta, a Mia adorou e depois de um bom bocado a brincar (já um bocado cansada) deixei os gémeos brincarem com ela, foi muito giro, eles atiravam o brinquedo, ela dava duas ou três voltas com ele em cima do sofá e deixava-o cair para o Edgar o apanhar. XD

Aqui foi muito importante ela já perceber o "Mia, devagarinho" para tirar o brinquedo das mãos dos miúdos sem magoar :) Nice...

Quando o Tito chegou do trabalho, fomos todos passear, tinhamos passado o dia em casa e por isso juntámos tudo e fomos dar a volta típica dos domingos de manhã, são cerca de 3km pelas redondezas que incluí o pinhal aqui perto, a Mia adorou, no início era difícil avançar mais que dois passos porque ela queria cheirar tudo, muita relva, flores, folhas, bolotas, amoras....

Não é muito fácil, tendo em conta que eu levo o carrinho de um dos miúdos e a Mia, que quer cheirar tudo e não segue um rumo certo, a sorte é que ela é preta e não se notam as negras nas patas de tanto atropelamento das rodas do carrinho :)

Quando chegámos a casa a gaja parecia que em vez de ter gasto energia, recarregou baterias e houve mais uma pega entre ela e o Fox, ela como estava toda enérgica o Tiago tentou incita-la a brincar, o Fox não percebendo nada dessa actividade passou-se e atirou-se a ela...Enfim, fim de brincadeira, todos para casa comer e dormir.
Ainda é cedo para o Fox perceber a linguagem de brincadeira da Mia ou de qualquer outro espécime que não sejam os donos :((

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day4)

Hoje o dia foi melhor.
Segui os conselhos de quem mais sabe:) e mantive-os separados mais tempo, de manhã a família humana saiu e claro, deixei a Mia numa divisão diferente do Fox, quando chegámos (1h depois) reagiu como se estivessemos fora o dia todo:)

O Tiago teve que ir trabalhar e eu fiquei sózinha com os miúdos, por isso não tive muita disponibilidade de gastar as energias dela, passei o dia a trocar a bicharada de divisões para todos terem o enorme privilégio que é partilharem da minha companhia nas lides domésticas:).






Numa dessas alturas, fiz 2 kongs um para cada com paté e ração misturada para se entreterem..."não houve meninos" durante meia hora :)


Só se voltaram a ver ao início da noite, depois do Tiago chegar a casa e foi logo para irem diretinhos para o passeio (associações positivas para a presença de ambos) a ideia é juntá-los apenas nas situções boas para os dois, chegámos do passeio e a Mia entrou em histeria com o Fox, queria muuuiiitooooo brincar com ele, ele não quer nada dessas intimidades e disse-lhe isso calmamente no meio de duas ou três rosnadelas.

Separei-os novamente à nossa hora de jantar e voltaram-se a encontrar para a sessão de treino, que o Fox delira mas a Mia fica muito medrosa, implica comida e Fox na mesma situação, de qualquer modo corre sempre muito bem.

A Mia neste momento faz o seguinte:

- Senta - Deita - Dá a pata - Toca - Larga - Faz o "devagarinho" - Faz o "Sit pretty" com luring e tem um
- Fica exemplar.

Hoje enquanto dei o jantar aos gémeos tinha o chão cheio de coisas interessantes de roer (diga-se brinquedos de bébés) como não tive tempo de os apanhar antes de ir dar o jantar aos miùdos, usei 2 pedaços de carne do jantar deles (que como tal eram bem pequenos) parti-os em 4 e esteve o tempo todo deitada ao meu lado em "fica". Demaaaiiiiiis:)

Jantar dos dois todo dado em treino e acabado com 1 osso de costelinha para cada um... :)

Neste momento dormem os dois no sofá ao nosso lado.

P.S. A Mia detesta morcegos e adora moscas, só tenho medo que um dia destes fique com um ferrão de umas "moscas amarelas e pretas" que por aqui andam e fique com beiços de Angelina Joli...XD

Petsitting Mia (day3)

Hoje o dia foi pouco produtivo e com um final que me deixou um pouco triste.

O Fox percebeu que a visita da Mia está a ser mais demorada do que o costume e como tal está um verdadeiro chato com ela. A juntar a isso cometi 2 erros "graves" que fez com que os 2 se pegassem.

- O 1 foi na refeição deles, depois de um pequeno treino enchi os kongs dos dois com o resto da ração que sobrava de cada um, pus o Fox na sala e a Mia na cozinha, mas isto é uma kitchnet, ou seja, a Mia obviamente acabou o dela primeiro e foi ter com ele que se atirou a ela, desta vez ela reagiu como é de esperar... Pegaram-se e passaram o resto do dia amuados, ele rosnou-lhe muito mais vezes e ela andou sempre cabisbaixa.
- O 2 foi á noite, eu e o Tiago estávamos a por os miúdos nas cadeiras para jantarem, o que normalmente significa banquete no chão e de uma maneira tão rápida pegaram-se novamente, o Fox estava debaixo da mesa e a Mia aproximou-se, o Fox sai disparado debaixo da mesa directo ao pescoço dela...Nós, como ainda estávamos a por os miúdos nas cadeiras demorámos mais a reagir enquanto eles se "esganavam" , atirei uma almofada do sofá, que era o que estava mais perto e calmamente chamei o Fox para uma divisão e o Tiago chamou a Mia para outra. Ficaram separados enquanto tratámos dos gémeos, no fim fomos buscá-los, cheiraram-se e afastaram-se...

Ao fim da noite fui passeá-los e correu tudo bem, sentam sobre sinal verbal ao portão antes de os autorizar que saiam e durante o passeio andam juntinhos a cheirar tudo o que lhes aparece á frente, sem stress nenhum.

Contei estes episódios no curso da IAAD, aconselharam-me a mantê-los mais separados, porque nitidamente a presença constante está a ser um foco de mal estar para ambos, o Fox piora, a Mia anda medrosa.

De resto tudo ok, a Mia aprende á velocidade da luz, já faz bem o "toca" e ensinei-a a tirar o grão de ração da minha mão sem me magoar com os dentes, apenas com o chegar a mão com o grão devagarinho ao focinho dela e a dizer :" Mia, devagarinho" e ela vai delicadamente buscar. No entanto, se durante o treino me distraio e clico e recompenso sem antes dizer devagarinho, lá vêm os dentes todos outra vez:))

P.S Hoje a noite foi mais pacífica, ladrou um bocado meia hora depois de nos deitarmos, mas passou o resto da noite sem dar sinais, ou isso ou eu aterrei de tal maneira que não ouvi nada XD. De manhã, entre as 8h e as 9h, vem de mansinho para o nosso quarto dizer que já acordou, vem cheirar as bordas da cama gemerica duas ou três vezes, dá meia volta e vai embora, ainda dei por mim meia inconsciente a chamá-la para cima da cama, sem resultado, mas juro que foi mesmo inconsciente :@

domingo, 17 de agosto de 2014

Petsitting Mia (day2)

Começando pela noite do primeiro para o segundo dia...

A MIA TEM UNS OUVIDOS DE ELEFANTE :)

Optámos por manter a rotina dos animais da casa em dormirem na sala e deixar a Mia a dormir no puf dela no hall dos quartos com a nossa porta aberta. Em nenhum momento se sentiu tentada a ir dormir conosco :( bem treinada a cadela :) no entanto, acordei várias vezes com os ladrares dela, sim, acordei só eu, o Tito e os miúdos no quarto mesmo ao lado, não reclamaram...Mas a coitada tem um sono muito leve, ao mais pequeno som da madrugada ela acorda, e nós vivemos num sitio bem sossegado.Os ladrares não eram incómodos, eram sempre curtos e breves...Será que eram apenas sonhos?? Not...

De manhã decidimos ir passear a familia ás caldas de S.Jorge, putos no carro, cães no carro e seja o que deus quiser, dois adultos para dois bébés e dois cães :) LOUCOS...




Mas correu bem, foi curto o passeio porque a Mia é uma "gata" e arranjou logo namorico. Apareceu um cão super amoroso que não nos queria largar, o Fox como detesta "animais" teve que vir ao colo, a Mia na trela, os dois putos no colo do pai e vamos descansar para o carro, talvez assim o cheiro hormonal da Mia passe despercebido:)



















Embora curto portaram-se todos bem, chegaram a casa e chonaram no sofá a tarde toda...




O jantar foi um pouco atribulado, my fault, enchi os kongs dos dois, separei-os para comerem um em cada divisão , mas isto é uma kitchnet, so, Mia acaba muito mais depressa e vai ter com o Fox que, obviamente, lhe deu um responso, mas desta vez ela reagiu e pegaram-se, a gaja estava esfomeada, dei muito mais quantidade do que o suposto (já tinha estado a treina-los antes) e no fim correu todos os cantos e encontrou alguns grãos de ração centenários nos sitios mais recondidos...tadinha, a Mia é magrinha porque passa fome :)) brincadeira :)

Foram os 2 ao wc exterior num passeio á porta de casa e a horas indecentes. Um pouco de atirar de bolas e correria , sim, pouco porque queriam era comer mais e dormir...

Tenho que refazer os meus horários, realmente jantarem ás 23h e querer que brinquem a essa hora é de gente tolinha:)

De treino, quase nada, noto que ela é muito receptiva ao treino, e vou aproveitar isso, numa brincadeira de manhã aprendeu o "toca",  ainda o faz timidamente porque confunde o sinal com "deita". Tem um "fica" muito bom, mas trinca as mãos com força demais quando lhe dou comida no treino.

É uma cadela espectacular, jovem e enérgica que vai ensinar muito ao Fox, e a minha prioridade é mesmo tentar dessensibiliza-la aos sons da rua, vou pesquisar um pouco mais para estabelecer uma espécie de protocolo para estas 2 semanas, a ideia é ensiná-la a ladrar sobre sinal, para a seguir ensinar o calar, assim irá ladrar muito menos e será mais fácil pedir-lhe para se calar nessas situações.

E por hoje é tudo, ainda não fizemos a apresentação formal da Mia aos gatos da casa, mas hoje cruzaram-se inadvertidamente e ela ignorou-os completamente :)

P.S. Ressona como gente grande, será que também a consigo ensinar a calar sobre sinal verbal?!! :)



sábado, 16 de agosto de 2014

Petsitting Mia (Day 1)

Nada como começar o meu novo futuro profissional , ainda na fase embrionária, com uma cliente tão especial e amiga de longa data :) a Mia


Tarefa árdua a dela de conquistar o cão da casa, no entanto, muito respeitadora.
O Fox até gosta dela, mas não quer partilhar nada... give him time :)

Ainda na presença dos donos, notei que ela andava muito amedrontada, mesmo sendo já uma casa familiar, provavelmente sentiu alguma estranheza em trazerem, para além dela, todos os seus pertences, no entanto a saída deles foi pacífica, ficou a comer o jantar distraída e não deu por nada. Sem stress.

Neste momento, e depois de algumas rosnadelas do Fox sempre que se chegava perto do sofá, lá conseguimos que ambos partilhassem a suite privada do Fox, meaning, o sofá da familia:)

Vamos agora lá fora ao wc e depois, caminha. Amanhã novo dia para estes novos/futuros compinchas.

Para agenda pessoal, treinar o toca, o larga, inibição de mordida, dessensibilizar a Mia aos sons da rua, se possìvel á agua também, muito atirar de bola, (mostrar ao Fox como se brinca) e passeio.

See ya